Navegar por categorias

Warhammer 40.000: Chaos Gate – Revisão dos Daemonhunters

  • Postado 07/03/2024

MMORPG, Geral

Após uma estreia bem-sucedida no Steam em 2022, Warhammer 40.000: Chaos Gate – Daemonhunters aterrissa nos consoles no último mês. Agora, a busca por demônios do caos ao lado dos renomados Cavaleiros Cinzentos pode ser vivenciada no PC, Xbox ou PlayStation. Se você sempre sonhou em combinar a estratégia tática de XCOM com a ferocidade dos Space Marines, esta é sua oportunidade!

Desbravando o Terror Em um início quase irônico, a primeira missão de Chaos Gate coloca seu esquadrão de Cavaleiros Cinzentos diante de um Sanguinário colossal. No entanto, logo se percebe que o foco principal do jogo reside na caça aos seguidores de Nurgle, o Senhor da Decadência, em vez de Khorne, o Deus do Sangue.

Após a missão tutorial, sua nave, o Baleful Edict, é tomada por um inquisidor rebelde em busca de desvendar uma mensagem misteriosa. Em breve, a descoberta de uma nova praga em seu setor demanda sua intervenção a qualquer custo.

Um dos pontos mais cativantes de Chaos Gate é sua atmosfera cinematográfica, sem exageros. A dublagem é sólida, as cenas bem renderizadas e o diálogo se integra perfeitamente ao universo. Além disso, mesmo nas partes não relacionadas à história, a utilização inteligente de ângulos de câmera e animações torna as ações simples, como lançar granadas ou abrir portas, visualmente impactantes. Esses detalhes elevam a sensação de poder do seu esquadrão de Cavaleiros Cinzentos, mesmo nas missões mais corriqueiras.

Protegendo o Império A maior parte do tempo em Chaos Gate é dedicada ao combate terrestre, em missões de RPG táticas baseadas em turnos espalhadas pela galáxia. A jogabilidade assemelha-se a outros jogos táticos baseados em turnos, como XCOM. Inicialmente, você comanda um esquadrão de 4 Cavaleiros Cinzentos, cada um com 3 Pontos de Ação por turno.

Esses Pontos de Ação são cruciais para realizar quase todas as ações no jogo, desde movimentar-se até atacar ou usar habilidades especiais. Após cada rodada de combate, ou após a eliminação completa de uma força inimiga, os pontos de ação são completamente restaurados. Além disso, os Cavaleiros Cinzentos começam com uma quantidade fixa de Força de Vontade em cada missão, necessária para habilidades poderosas que não são reabastecidas até a próxima missão.

Incialmente, 4 classes estão disponíveis, cada uma especializada em funções específicas. No entanto, cada cavaleiro é versátil em combate à distância ou corpo a corpo. O Justicar é mais resistente, equipado com um Aegis Shield e opção para a Terminator Armor. O Boticário concentra-se em cura e buffs. O Purgator utiliza armas pesadas de longo alcance, enquanto o Interceptor é especialista em combate corpo a corpo e possui um teletransportador pessoal.

Classes avançadas, como Purificador, Bibliotecário, Capelão e Paladino, são desbloqueadas posteriormente. O Purificador é especializado em armas de fogo, eficazes contra hordas de inimigos. O Capelão oferece buffs globais para o esquadrão, enquanto o Bibliotecário possui habilidades mágicas poderosas. Por fim, o Paladino é um tanque resistente, capaz de suportar grande quantidade de dano e atordoar os inimigos.

A sinergia entre as classes é fundamental para o sucesso. Por exemplo, o Justicar pode conceder um buff de +3PA a um aliado, potencializando um Interceptor teleportado em combate corpo a corpo. Estratégias de atordoamento são possíveis com combinações entre Boticário, Capelão e Paladino, tornando o ciclo de ataque eficiente.

Além das missões táticas, há espaço para atualizar e equipar os Cavaleiros Cinzentos, pesquisar buffs e estratégias únicas por missão e melhorar sua nave, o que pode otimizar a experiência recebida ou reduzir o tempo de recuperação. Contudo, essas adições complementam as missões táticas.

Desafios e Repetições Um dos pontos fracos de Chaos Gate é sua tendência à repetição. Com frequência, você estará lidando com um esquadrão de 4 Cavaleiros Cinzentos por missão, com pouca variação. Embora haja nuances entre as classes, a sensação de monotonia persiste.

A falta de diversidade nas armas, especialmente nas partes iniciais do jogo, contribui para essa sensação. A maioria dos Cavaleiros opta por armas brancas, com estatísticas e danos semelhantes no início. A diversidade só se torna mais evidente com equipamentos e atualizações de nível superior, mas isso reforça os papéis fixos de cada cavaleiro.

A seleção limitada de inimigos também contribui para a repetição. Ao longo do jogo, você enfrentará apenas seguidores de Nurgle. Embora a variedade aumente com o tempo, a falta de inimigos distintos pode se tornar cansativa.

A curva de aprendizado acentuada, mesmo em dificuldades mais baixas, é outra questão. Missões de nível mais elevado podem ser desafiadoras, especialmente com um elenco reduzido e longos períodos de recuperação após ferimentos. A construção cuidadosa do esquadrão torna-se essencial para superar esses desafios.

Em comparação com Warhammer 40.000: Rogue Trader, Chaos Gate oferece uma experiência mais focada em combate tático, sem elementos de exploração ou RPG. Se sua preferência é por ação direta e estratégia tática, Chaos Gate é a escolha ideal.

NoPing: A Solução para uma Experiência de Jogo Sem Lag

Para os jogadores que buscam uma experiência de jogo sem interrupções, o NoPing é a solução definitiva. Com redução de ping, aumento de FPS e soluções para packet loss e jitter, o NoPing proporciona uma conexão estável e livre de desconexões. Diga adeus aos problemas de latência e mergulhe de cabeça em suas aventuras virtuais com NoPing. Experimente agora mesmo e eleve seu jogo para o próximo nível.





Receba novidades!

Inscreva-se para receber dicas e novidades da Noping em seu email.

Sobre o blog

Blog destinado para notícias, matérias, artigos, acompanhamento do cenário de e-sports e muito mais ao redor do mundo dos games. Criado pela NoPing, uma empresa brasileira ativa no mercado gamer há mais de 5 anos, buscando sempre melhorar a experiência dos jogadores online.